53º Festival de Sintra - Andrei Korobeinikov

Sunday  7 October  2018  9:00 PM
Save Saved
Last update 09/08/2018
  7

53º Festival de Sintra - Andrei Korobeinikov
Domingo, 7 de Outubro às 21:00

Palácio Nacional de Queluz
Largo do Palácio, 2745-191 Queluz, Lisboa



« Um Pianista único, que combina uma sonoridade singular com uma maestria poderosa e técnica brilhante ».

No início de 1845 chegava a Lisboa o pianista e compositor Franz Liszt. Com ele trazia, uma novidade, o seu piano de cauda que acabaria por ficar, em Lisboa, na posse do rei D. Fernando e da rainha D. Maria II, com quem o pianista privou de perto. Muitos anos mais tarde, a ligação entre Liszt e o rei D. Fernando levaria aquele a aceitar, como um dos seus últimos alunos, o jovem Vianna da Motta, protegido do Rei e da sua segunda mulher, a condessa d’Edla. Viana da Motta em 1885 parte para Weimar onde é aluno de Franz Liszt, que mais tarde lhe oferece uma fotografia com a dedicatória: "A José Vianna da Motta, saudando os seus futuros sucessos. Fr. Liszt".
Em 2018 celebram-se os 150 anos do nascimento de Vianna da Mota.
____________________________

ANDREI KOROBEINIKOV | PIANO

J.S.Bach
Partita nº 1 em sib maior

Beethoven
Sonata nº 21 op.53, Waldstein

Scriabin
2 Poemas op.32 | Valsa op.38 | Sonata no.4 op.30

Franz Liszt
Sonata em si menor

__________________
ANDREI KOROBEINIKOV
Aos 20 anos já tinha ganho mais de 20 concursos internacionais de relevo na Rússia, Estados Unidos da América, Itália, Portugal, Reino Unido, Holanda, incluindo o Concurso Internacional de Piano Alexander Scriabin e o Concurso de Piano Rachmaninov (2005) em Los Angeles, o prémio especial do Conservatório de Moscovo e o diploma para a melhor interpretação de Tchaikowsky, no Tchaikovsky International Competition em Moscovo (2007).

Andrei Korobeinikov nasceu em Moscovo em 1986. Diplomou-se com distinção pelo Conservatório de Moscovo, tendo prosseguido os seus estudos no Royal College of Music, em Londres.

Andrei Korobeinikov tem atuado em mais de 40 países por todo o mundo e colaborado com músicos como Iván Fischer, Vladimir Fedoseyev, Vladimir Ashkenazy, Leonard Slatkin, Alexander Vedernikov, Okko Kamu, Jean-Claude Casadesus, Antoni Wit, Gintaras Rinkevicius, Alain Altinoglu, Maxim Shostakovich, Alexander Rudin, Mikhail Pletnev, Vakhtang Jordania, Dmitri Liss, Vadim Repin, Dmitri Makhtin, Alexander Kniazev, Johannes Moser and Henri Demarquette.

Colabora com o Quarteto Borodin, a Philharmonia Orchestra (Londres), Orquestra Nacional de França, NHK Symphony Orchestra (Tóquio), NDR Symphonieorchester, Konzerthausorchester Berlin, London Philharmonic Orchestra, Czech Philharmonic Orchestra, Tokyo Philharmonic Orchestra, Budapest Festival Orchestra, Sinfonia Varsovia (Polónia), Filarmónica de Dresden, State Svetlanov Academic Symphony Orchestra, Tchaikovsky Symphony Orchestra (Moscovo), Russian National Orchestra, National Philharmonic of Russia, Moscow Symphony Orchestra e muitas outras orquestras russas e europeias.

Colaborou com o maestro Pinchas Steinberg e a Filarmónica de Budapeste, e também com Vladimir Fedoseyev e as orquestras Sinfónica Tchaikovsky de Moscovo e Sinfónica NHK de Tóquio. Apresentou-se em recital no Théâtre des Champs-Élysées, em Paris, no Auditório Nacional de Taipé (Taiwan) e realizou duas digressões, no Japão e no Canadá, com o violinista Vadim Repin. No domínio da música de câmara, colabora também com Alexander Kniazev, Dmitri Makhtin, Pavel Gomziakov e o Quarteto Borodin.

Em 2008 gravou o seu primeiro CD (Mirare), dedicado à música de Scriabin. Esta gravação obteve grande sucesso, tendo sido distinguido com o Diapason d’Or e Choc da revista Classica. Seguiram-se gravações preenchidas com obras para piano de Beethoven (Sonatas e Bagatelas) e Chostakovitch (Concerto e Prelúdios op. 34) e um ciclo Scriabin gravado na Bayerischer Rundfunk, em Munique.

Tem atuado para os canais Arte, Mezzo, Kultura, France Musique, BBC 3, NDR-Kultur e outros na Rússia, Estados Unidos da América, França, Reino Unido, Suíça e Uruguai-
Nesta temporada apresenta-se em recitais em Novorossiysk, Zagreb, Tóquio, São Petersburgo, Moscovo, Amiens e Lille, concertos com Johannes Moser em Norfolk, Troy (Estados Unidos da América) e Calgary (Canadá) e com Vadim Repin na Polónia.

music concerts festivals classical
Nearby hotels and apartments
Queluz, Lisbon, Portugal